Vida Após a Morte

VIDA0001

Vida Após a Morte

Autor: Damien Echols

Vamos começar por sanar o equívoco mais natural em relação ao título deste livro: Não é um Livro Espírita! Nada contra a temática, e creio que existam muitos bons livros do gênero, só que este especificamente não é este tipo de livro, e mesmo que você o encontre na sessão espírita de uma livraria, como eu já encontrei, não o compre por este motivo ou você não ficará nada satisfeito!

Esta é uma história real, de um homem real, que poderia ser a sua história se você quem estivesse na frente de um sistema criminal de péssima qualidade e fosse usado como a presa fácil para encobrir um monte de outros problemas que a policia não iria solucionar!

Prazer, agora que você foi acusado, você está no Corredor da Morte, por um crime que você jamais cometeu/cometeria.

Esta é a história de Damien Echols. Falar sobre este livro é algo complicado para mim. É uma história que eu queria ler desde o primeiro momento que fiquei sabendo da temática dele na 2ª Turnê Intrínseca no ano passado, e acabei mudando minha forma de ler esta historia já no primeiro momento quando o Damien diz sobre os interessados a sua narrativa:

“Se alguém começar a ler porque deseja ver a vida de uma perspectiva diferente, ficarei satisfeito. Se lerem para saber como é a vida pelo meu ponto de vista, fico feliz. Se são sanguessugas que me deixam doente e incomodado – aos que não dão a mínima para mim e só se interessam por coisas como prisioneiro no Corredor da Morte. Essas pessoas exalam o cheiro de abutres, e há algo de insalubre nelas.”

Eu não era um “abutre”, mas assumo que só comecei a realmente entender que este era um livro mais que uma narração de um homem contando sua história muitas paginas a frente.

VIDA0003

O fato de ser uma história real, colocou-me em uma situação de sempre imaginar se fosse eu no lugar do Damien, como seria minha reação de esta condenada a morte e passar quase 20 anos esperando por este dia. E confesso que para mim Damien Echols é mais que um sinônimo de esperança, porque apesar de ter uma legião de pessoas que com o passar dos anos ficaram sabendo de sua história e lutaram com ele para tirar-lo da prisão, ele poderia ter sido sim condenado inocentemente (como ele mesmo retrata outras pessoas que passaram por situações assim no Corredor da Morte) ou se entregado a inercia e atrofiação de corpo e mente que era o mais obvio a se acontecer quando se passa 23hs por dia em um quadrado que mal te cabe com uma bola de ferro presa na perna. Este é um livro que conta a história de um homem que não desistiu de si mesmo, muito mais do que não desisti de ter esperança, ele não desistiu de cultivar as únicas coisas que restaram para ele: seu próprio corpo e sua própria mente!

Não quero falar muito da história apesar do livro esta ai para ser lido, porque temo que as vezes minha visão de um assunto tão peculiar possa acabar interferindo na iniciativa de alguém que vai lê-lo. Mas é bom lembrar que não só minha humilde pessoa interessou pela história do Damien, mas também algumas pessoas bem mais famosas e influentes, como Johnny Deep, Peter Jackson, Eddie Vedder, Marilyn Mason, Axl Rose…

VIDA0006

Aspectos Gerais do Livro

Capa

VIDA0002

Particularmente eu não gosto muito. Não é questão de ter uma foto, mas sim de ter um efeito que acaba me dando aflição de olhar para ela. Mas isso é tão opinião pessoal e subjetiva que nada tem a ver com o livro que li e que eu adorei. Prefiro deixar quieto, já que não se julga livro pela capa.

Páginas

DSC_0475

A Intrínseca sempre acerta com o tamanho da fonte ideal com espaçamentos que não me permitem perder a linhas quando estou lendo a noite (coisa de míope).

Capítulos

VIDA0008

Os capítulos não são os mais curtos, mas de um ritmo bom para a leitura, nada de muito longos ou cansativos.

Páginas Coloridas

VIDA0004

VIDA0005

O livro conta com algumas páginas que coloridas com fotos do caso, do Damien, recortes de jornal que são super instigantes e atiçam a curiosidade de uma leitora como eu (ainda mais quando esta quem vos fala viu as imagens antes de chegar naquelas paginas).

Notinha nada a ver da Resenhista:

Eu tenho um certo probleminha com livros quando comparo os de temática: ficção e os não-ficção. Se este livro fosse de ficção eu diria: “Caramba! Como esse autor teve uma puta imaginação e astucia de escrever um livro destes!” Como ele é uma não-ficção minha reação é um pouco diferente: “Nossa, como o sistema judiciário é uma Merda vergonha mesmo em outros países, e este homem conseguiu descrever isso tão bem!?” Sei que não faz muito sentido mas é que eu tenho um certo preconceito com não-ficção, mas que acaba sendo quebrada no decorrer de livros, mas que também me trazem perspectivas diferentes de outras coisas que em uma ficção eu acabaria passando batido!

Editora: Intrínseca

ISBN: 978-85-8057-319-0

“A maioria das pessoas que espalham ódio não é muito inteligente nem motivada. Elas costumam ser preguiçosas e, se por algum motivo se sentem motivadas a pegar em uma caneta, suas mensagens são em grande parte incoerentes e iletradas. A ortografia e a sintaxe tendem a ser abomináveis, então é difícil se sentir ofendido por qualquer coisa que tenham a dizer. Afinal, se elas não tem motivação nem inteligência suficiente para conferir a simples ortografia de uma palavra no dicionário, certamente não dedicarão seu tempo a pesquisar sobre o caso”

Damien Echols

Para saber mais sobre o caso que incriminous Damien Echols acesse: http://www.wm3.org/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s